Blog

297. Freilich, wenn das Wasser im Topf kocht, so steigt der Dampf aus dem Topf und auch das Bild des Dampfes aus des Topfes. Aber wie, wenn man sagen wollte, im Bild des Topfes müsse auch etwas kochen? (Wittgenstein, Philosophische Untersuchungen I).

E, então, temos lá a imagem da água fervendo, o vapor saindo da panela. Wittgenstein se pergunta: e se alguém insistir que deve haver alguma coisa cozinhando na panela?

Nessa passagem das Investigações, Wittgenstein está argumentando contra a ideia de uma “imagem privada”, de uma sensação que só nós temos e que não podemos descrever. O inefável, o que não se pode compartilhar.

Pra falar de qualquer coisa de “dentro da panela” devemos usar a linguagem. E a linguagem é pública, um jogo de regras públicas, forjado na nossa forma de vida.