Blog

Alguns minicontos a partir da maravilhosa notícia do vídeo:

https://vimeo.com/58607904

***

Então, João pensou: posso, por fim, assistir aos jogos do Atlético tranquilo. Tiro meu coração, coloco na máquina e só depois, desastre ou vitória, sinto o que virá. Saber-sentir só-depois tem lá suas vantagens.

***

Verônica não hesitou: manteve em casa, guardado no guarda-roupa, em compartimento secreto, o coração de Mônica. Todos os dias ouvia o órgão que vibrava, ainda quente, como quando dormia escutando-o ao seu lado.

***

Ramon colecionava corações de outros traficantes que matava. Queria, dizia ele, fazer uma escola de samba batibum dos vacilão. Exibia, na casa mais alta da favela, em vitrine aberta, a afinada orquestra dos finados.

****